• Novo
O Relatório de Brodeck, de Manu Larcenet (Ed. integral em capa dura) 1
  • O Relatório de Brodeck, de Manu Larcenet (Ed. integral em capa dura) 1
  • O Relatório de Brodeck, de Manu Larcenet (Ed. integral em capa dura) 2
  • O Relatório de Brodeck, de Manu Larcenet (Ed. integral em capa dura)

O Relatório de Brodeck, de Manu Larcenet (Ed. integral em capa dura)

A obra O Relatório de Brodeck, da autoria de Philippe Claudel, venceu vários prémios, entre os quais o “Prix Goncourt des Lycéens” e o “The Independent Foregin Fiction Prize”, sendo considerado pela crítica como uma “obra-prima moderna”. A adaptação desta obra para banda desenhada, assinada por Manu Larcenet, é um livro marcante e imprescindível, que a Ala dos Livros se orgulha de publicar em Portugal.

IDIOMA
  • PORTUGUÊS
FORMATO
  • FRANCO-BELGA
37,69 €
Quantidade
Disponível

  • Política de segurança: dados do cliente encriptados e protegidos ao abrigo do RGPD Política de segurança: dados do cliente encriptados e protegidos ao abrigo do RGPD
  • Política de entrega: entre 24 a 48h após confirmação do pagamento Política de entrega: entre 24 a 48h após confirmação do pagamento
  • Política de devolução: até 14 dias após realização da encomenda Política de devolução: até 14 dias após realização da encomenda

Philippe Claudel nasceu em França em 1962. Além de ser autor de inúmeras obras literárias e de ter ganho vários prémios, incluindo o Prix Goncourt atribuído à sua obra O Relatório de Brodereck, trabalha como professor sénior na Universidade de Nancy e dirigiu várias longas-metragens. Muitas das suas obras, incluindo La Petite Fille de Monsieur Linh, enfatizam o tema da guerra e as suas consequências.

Manu Larcenet, considerado por muitos uma das figuras-chave da Nova Banda Desenhada Francesa, nasceu em 1969 em Issy-les-Moulineaux, França. Em termos profissionais, Larcenet iniciou a sua atividade em 1994 nas páginas da revista Fluide Glacial, tendo o seu primeiro álbum sido publicado dois anos mais tarde, através da editora Audie. Colabora depois com a revista semanal Spirou e em 1997 funda, com Nicolas Lebedel, a editora Les Rêveurs de Runes, na qual edita os seus próprios projetos. Colabora, em 2000, com Lewis Trondheim na sua célebre saga Donjon, desenhando vários álbuns. Nesse mesmo ano inicia a publicação na Dargaud, produzindo para a coleção Poisson Pilote álbuns como Les Entremondes (2000), que assina com o seu irmão Patrice Larcenet, Os Cosmonautas do Futuro (2001, com argumento de Trondheim), Le Temps de Chien (2002),  Le Retour a la Terre (2002, com argumento de Jean-Yves Ferri), La légende de Robin des Bois (2003), e Nic Oumouk (2005-2007). A publicação de Combate Quotidiano ocorre entre 2003 e 2008 e o primeiro tomo desta série valeu-lhe o prémio do melhor álbum no Festival de Angoulême em 2004. Entre 2008 e 2014, trabalha em Blast (2009-2014, Dargaud), quatro álbuns densos e fascinantes. Em 2012 ilustra o romance de Daniel Pennac “Diário de Um Corpo”, inicialmente publicado pela editora francesa Futuropolis, mas é em 2015 que se lança pela primeira vez na adaptação de uma obra literária: trata-se de O Relatório de Brodeck, um romance de Philippe Claudel. Thérapie de groupe (Dargaud, 2020), é a sua obra mais recente.

O Relatório de Brodeck (baseada na obra de Philippe Claudel)
Manu Larcenet
Editora: Ala dos Livros
Páginas: 328, a preto e branco
Encadernação: capa dura, com caixa
Dimensões: 298 x 242 x 37mm
ISBN: 978-989-53039-6-0
PVP: 39,99€

4 Itens

Referências específicas

ean13
9788416510894

outras sugestões de interesse

KINGPIN BOOKS é uma marca registada | ©2021 todos os direitos reservados

Todos os preços incluem IVA à taxa legal em vigor

Aceito

Este website utiliza cookies para melhorar o serviço prestado ao nosso cliente. Para saber mais clique aqui.